O projecto remontou a 2015, quando a questão dos refugiados sírios começou a afectar cada vez mais não só a Turquia, mas toda a Europa e o mundo. 

A ideia principal do projecto era formar peritos com um programa de formação específico sobre jovens refugiados com idades compreendidas entre os 13 e os 18 anos, que não tinham acesso à educação formal. Assim, o Programa de Formação Científica (STP) visava atrair e estimular os interesses da juventude síria para a ciência e a educação com métodos agradáveis através de jogos e conversas.

Ao longo do projecto, o pessoal dos nossos parceiros foi formado tanto como peritos como formadores. AYBÜ-ULİSA dirigiu todas as actividades do projecto, ao mesmo tempo que conduziu os trabalhos de disseminação sob a sua principal responsabilidade. A AYBÜ-ULİSA tem, assim, despendido grandes esforços ao convocar reuniões para cada semana sem interrupção durante um período de dois anos. Entre 8 a 20 funcionários dos parceiros do projecto participaram em cada reunião e workshop da TNM, de acordo com as necessidades.

Cerca de duas mil pessoas juntaram-se às actividades de disseminação dos projectos e através dos meios de comunicação o projecto chegou a muitos milhares de pessoas.

pt_PTPortuguese
en_GBEnglish pt_PTPortuguese